Por que estudar a Mídia?

SILVERSTONE, Roger. Por que estudar a Mídia? 2ª ed. São Paulo: Edições Loyola, 2005. Capítulo 1 – A textura da experiência. pp. 11- 32.

Vivemos em contato direto e constante com a mídia e nela encontramos traços da nossa experiência cotidiana. Encontramos as informações sobre os mais diversos interesses e isso nos aproxima das outras pessoas que possuem os mesmos interesses. A mídia tornou-se algo que nos ajuda a compreender o mundo. Compreendemos assim ações, atitudes, posturas tomadas pela sociedade em frente a um determinado assunto.

Atualmente consideramos a mídia como uma extensão do nosso corpo. Ela nos acompanha a todos os lugares e em todos os momentos. Desta forma, nos tornamos também, objetos da mídia. No mundo midiático buscamos “persuadir, informar, entreter, educar, onde procuramos, de múltiplas maneiras e com graus de sucesso variáveis, nos conectar uns com os outros” (pp.17). Consequentemente entendemos a mídia como representação do que vivenciamos cotidianamente, é o nosso “mundo apresentado e representado” (pp.22).

Roger Silverstone afirma que precisamos reconhecer a realidade da experiência, até mesmo as experiências midiáticas. Assim, nossa experiência determina nossa interpretação dos acontecimentos. O autor ainda defende que os “atos, eventos, palavras, imagens, impressões, alegrias, dores e até as confusões” (pp. 27) do campo midiático só possui significado para os indivíduos porque podemos relacioná-lo às nossas experiências e às experiências do senso comum.

Anúncios
Post anterior
Post seguinte
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: