10 tendências para o marketing de conteúdo

Vamos falar sobre algumas tendências e ideias do que pode começar a tomar forma em 2015 e como podemos nos preparar. Prontos? Então vamos lá!

1. Interação é coisa séria!

A interação não é grande novidade. Porém a importância que ela tem no nosso cotidiano ficará cada vez maior. Isso significa que precisamos prestar ainda mais atenção no que as pessoas nos dizem e isso nem sempre acontece de forma verbal.

Ficar atento aos sinais e movimentos inesperados do seu público é importante para saber como interagir da melhor maneira.

2. Dividir para integrar

Esta tendência é, na verdade, um desafio. Ainda vivemos uma realidade de conteúdos, narrativas e entendimentos separados. A partir dos próximos anos veremos cada vez mais conteúdos divididos, porém integrados no seus propósitos.

A divisão de conteúdo em canais apropriados é importante, porém mais importante ainda é saber porque eles são divididos essa maneira.

3. Criação de contextos e experiências

É muito estranho quando vemos algum conteúdo solto por aí, sem amarras ou melhor, sem contexto claro. Publicar apenas por publicar é algo que não traz benefícios a ninguém. Esta é uma das coisas que começa a mudar em 2015.

Várias empresas já perceberam a importância que a experiência do consumidor tem dentro da jornada dele e no relacionamento junto à marca. Como você já deve ter percebido, cada um dos pontos que falamos até agora têm relação entre si.

4. Autenticidade e transparência

É preciso ter bastante claro que para contar uma história, devemos ser transparentes e autênticos. De nada adianta construir narrativas lindas e todas elas serem baseadas em uma mentira que soou simpática. O público sempre vai descobrir.

Quanto mais transparente e autêntica for a sua histórica, mais identidade você cria com a sua audiência. As pessoas esperam fatos com os quais possam criar laços. Cada vez mais vamos ver histórias contadas pelos consumidores. Dar este poder a eles é fantástico.

5. Data driven content

Em 2013 e 2014 ouvimos muito sobre Big Data. Agora, é hora de começarmos a olhar para todos esses dados e começarmos a entendê-los de forma produtiva e que ofereçam informações e oportunidades de criarmos e distribuirmos conteúdos cada vez mais personalizados para a nossa audiência.

Por isso, comece a pensar melhor sobre os seus KPIs e metas. Eles fazem toda a diferença para entender melhor quais conteúdos você poderia oferecer.

6. Estratégias palpáveis

Outra tendência que tem se tornado mais factível é a compreensão de que as estratégias de marketing precisam ser documentadas. Assim, quando alguém tem alguma dúvida, existe um plano traçado para servir de referência. Segundo o Content Marketing Institute, este é um fator determinante de sucesso.

7. Amplificação paga

Lá fora muitas empresas já entenderam que a internet não é de graça. Entretanto, aqui no Brasil ainda são poucas as organizações que entendem este fato na sua totalidade. É preciso investir como se faz em qualquer outra mídia. Assim é possível testar, otimizar e planejar para obter resultados ainda melhores.

8. A venda acontece naturalmente

Já é um movimento que vem acontecendo lá fora e deve começar a despontar no Brasil. É hora de tirarmos o pé do acelerador das vendas e das promoções. O discurso vendedor, o copywriting e todos os outros artifícios são importantes, porém é ainda mais valioso cuidar de quem já é seu cliente e responder aquelas pessoas que ainda não são.

Mostre que você está precupado com todas essas questões e não só vender, vender e vender.

9. Mobile, mobile, mobile

O número de celulares e tablets com acesso móvel à internet no Brasil já ultrapassou o número de computadores. Isso quer dizer alguma coisa não? Boa parte das 5 horas que o brasileiro passa conectado é em redes sociais ou buscando diversão e entretenimento no seu dispositivo móvel.

Como a sua empresa está pensando nisso? É preciso adequar o seu site, blog e também o seu conteúdo para ser consumido nessas plataformas.

10. O e-mail marketing nunca esteve morto

E todos precisamos admitir isso. Além de ser o canal mais próximo do seu consumidor, é o principal meio de conversões que você pode trabalhar. Por isso, investir na construção de uma lista forte é imprescindível para quem quer se dar bem em 2015.

Entretanto, lembre-se: jamais compre uma lista! Pode parecer prático, mas as chances de converter são mínimas.

Via http://motdigital.com/planejamento/10-tendencias-para-o-marketing-de-conteudo-em-2015/

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: